Rádio

 


Guamaré realiza o 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef

A Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Comissão Intersetorial do Selo UNICEF, em articulação com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, realizou na manhã desta quarta-feira (09) o 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef – Edição 2021-2024. A solenidade aconteceu no Centro de Convenções e tem por objetivo aprovar o Plano de Ação Municipal pelos Direitos de Crianças e Adolescentes, a ser implementado ao longo dos três anos de edição do Selo. 

Em seu discurso, o prefeito Arthur Teixeira falou sobre a importância do Selo Unicef e das políticas públicas voltadas à criança e ao adolescente. "São as nossas crianças que em um futuro próximo ocuparão a Câmara Municipal, os hospitais, as escolas, os tribunais e todos os espaços da sociedade. Cuidar delas reflete diretamente no futuro que sonhamos. Guamaré é um exemplo, caminha em busca do terceiro Selo Unicef, o que nos deixa orgulhosos dos avanços, mas não tiramos o foco de todo o caminho que temos a percorrer", disse o prefeito enfatizando o compromisso da gestão em fortalecer as políticas e o Sistema Único de Assistência Social.       

A promotora de justiça Isabel Siqueira destaca o impacto do Selo Unicef para o município "Com o selo, são estabelecidas metas que o município precisa atingir na área de assistência social, saúde, esporte, lazer e Guamaré vai sim alcançar todas elas e conquistar o terceiro selo. Isso garante ao município a criação e implementação de políticas públicas voltadas à criança e ao adolescente", explicou. 

O Fórum faz parte da agenda do Selo Unicef, e visa envolver a comunidade na identificação dos principais problemas relativos à situação das crianças e adolescentes do município, bem como discutir sobre suas causas. Ademais, será apresentado o Plano de Participação Cidadã de Adolescentes, elaborado pelo NUCA (Núcleo de Cidadania de Adolescentes), cujas ações também farão parte do Plano de Ação Municipal pelos Direitos de Crianças e Adolescentes. 

Participaram os atores que trabalham e atuam na defesa, promoção e atendimento dos direitos da criança e do adolescente, bem como demais membros do Poder Executivo, Legislativo e sociedade civil.



Postar um comentário

0 Comentários